Ressonar

O som alto e arrastado do ressonar ocorre quando há uma obstrução no fluxo normal do ar através da parede posterior da boca e no nariz. É aí que a língua e a porção superior da garganta encontram o palato mole e a úvula. O ressonar acontece quando estas estruturas se tocam e vibram durante a respiração. Cerca de um quarto dos adultos ressona com regularidade e metade ressona ocasionalmente. Mais do que o próprio, o ressonar pode afectar outra pessoa a dormir no mesmo quarto devido ao ruído.

O som alto e arrastado do ressonar ocorre quando há uma obstrução no fluxo normal do ar através da parede posterior da boca e no nariz. É aí que a língua e a porção superior da garganta encontram o palato mole e a úvula. O ressonar acontece quando estas estruturas se tocam e vibram durante a respiração. Cerca de um quarto dos adultos ressona com regularidade e metade ressona ocasionalmente. Mais do que o próprio, o ressonar pode afectar outra pessoa a dormir no mesmo quarto devido ao ruído.

CAUSAS

Topo

As constipações, sinusite, alergia nasal e asma podem fazer ressonar ao causar congestão e estreitamento das vias respiratórias superiores. A congestão obriga a pessoa a respirar pela boca em vez de pelo nariz e o ressonar é mais comum com respiração pela boca.

Os anti-histamínicos usados para aliviar as alergias e os sintomas da constipação podem também contribuir para o ressonar devido ao seu efeito sedativo, que pode relaxar os músculos da língua e garganta que ficam hipotónicos e bloqueiam parcialmente a passagem do ar. Outros sedativos, assim como a ingestão de grande quantidade de álcool, podem ter o mesmo efeito.

O ressonar pode também resultar de anomalias estruturais no nariz e garganta que obstruem parcialmente o fluxo de ar. Estas incluem o desvio do septo nasal, a úvula (a estrutura suspensa atrás da garganta) ou língua particularmente grande e amígdalas ou adenóides grandes. O peso a mais pode aumentar o risco de ressonar ao aumentar o perímetro do pescoço — quanto maior for o pescoço, maior é a probabilidade de este pressionar as vias respiratórias. O ressonar torna-se mais comum em mulheres no último mês da gravidez porque as vias respiratórias tendem a edemaciar ou a estreitar.

Ressonar também pode ser um sintoma de apneia obstrutiva do sono, uma doença grave em que a pessoa adormecida cessa a respiração durante vários segundos de cada vez.

PREVENÇÃO

Topo

Reduza o risco de ressonar ao manter um peso normal e não consumindo quantidades excessivas de álcool. Mesmo bebendo com moderação, evitar o álcool antes de ir para a cama pode ajudar a não ressonar. Além disso, não utilize medicamentos sedativos, como fármacos para dormir, a não ser que sejam absolutamente necessários.

DIAGNÓSTICO

Topo

O ressonar é normalmente diagnosticado por alguém que dorme no mesmo quarto ou na mesma casa e que ouve o ruído durante a noite. A causa subjacente pode ser determinada por um médico, que irá fazer uma exame físico e analisar a história clínica.

TRATAMENTOS

Topo

Ressonar pode naturalmente ser aliviado com algumas alterações de comportamento, dieta e actividade. Se o ressonar é grave e conduz a outros problemas médicos, existem procedimentos cirúrgicos que podem ajudar a aliviar a doença. Os tratamentos para a apneia do sono incluem uma máscara que mantém as vias respiratórias abertas durante o sono e, em casos graves, a cirurgia.

Ambiente Físico. Durma de lado em vez de dormir de costas, porque nessa posição é menos provável que a garganta obstrua a respiração. Use uma almofada alta ou duas almofadas, isso pode reduzir o ressonar porque retira algum peso das vias respiratórias.

Pensos Nasais. Essas pequenas faixas autocolantes são colocadas atravessadas sobre o dorso do nariz e ajudam a manter as cavidades nasais abertas. Ao tornar mais fácil a respiração pelo nariz, as faixas ajudam a evitar a respiração pela boca durante o sono.

Alimentação. Beba com moderação — não mais do que uma ou duas bebidas por dia (uma bebida é igual a 0,21 de cerveja, 0,1 1 de vinho ou 4,4 cl de bebidas espirituosas). Perca peso reduzindo calorias e aumentando a actividade física.

Outras Medidas. Se estas medidas simples não forem suficientes, pode ser necessário tratamento profissional. Um dentista pode criar um aparelho para ser usado durante o sono que impede a língua de bloquear a garganta. Se existir um desvio do septo nasal, pode ser necessário fazer uma cirurgia.

UPPL. Se o ressonar é habitual e incomoda os outros, uma outra opção é a uvulopalatoplastia por laser (UPPL). Neste procedimento, é usado um laser para seccionar a úvula e uma porção do palato numa série de uma a cinco pequenas intervenções feitas com um intervalo de quatro a oito semanas. Dessa forma, a úvula é encurtada, eliminando a obstrução que contribui para o ressonar. Cada intervenção é feita em ambulatório com anestesia local. Uma sensação semelhante a uma forte dor de garganta pode manter-se durante cerca de dez dias.

Este artigo foi útil?
Artigos relacionados
Procurar Médicos
Precisa de ajuda?
Porque perguntamos?
Dor lombar e ciática Aparelho locomotor/exercício físico
Dor cervical Aparelho locomotor/exercício físico
Artrose Aparelho locomotor/exercício físico
Nódulos e pólipos das cordas vocais Aparelho respiratório/glândulas endócrinas
Lesões dos meniscos Aparelho locomotor/exercício físico
Tumores benignos do ovário Aparelho reprodutor/sexualidade