Conservação dos medicamentos

Embora se costume considerar que os medicamentos são eficazes e seguros até ao seu prazo de validade, indicado na embalagem de cada produto, apenas o são caso sejam conservados em boas condições.

Embora se costume considerar que os medicamentos são eficazes e seguros até ao seu prazo de validade, indicado na embalagem de cada produto, apenas o são caso sejam conservados em boas condições. De facto, os medicamentos necessitam de condições de conservação especiais, já que muitas das substâncias químicas presentes na composição de vários medicamentos podem ser alteradas pela acção de agentes físicos como o calor, a humidade ou a luz, perdendo parte da sua eficácia ou sofrendo alterações que tornariam a sua utilização perigosa. A melhor coisa a fazer é guardar os medicamentos num armário destinado a esse fim, convenientemente protegido da luz directa, e numa zona da casa fresca e seca, sendo por isso que não se deve colocar a farmácia na casa de banho, como normalmente se faz, já que este lugar da casa encontra-se exposto a temperaturas elevadas e a altas concentrações de humidade.

Mesmo que seja mantido na farmácia, cada medicamento deve ser guardado na embalagem original e na sua caixa, onde se encontra o prazo de validade, juntamente com a bula anexa, que contém uma informação extremamente importante. Deve-se referir que um medicamento apenas é conservado em perfeitas condições até ao seu prazo de validade, caso não se tenha aberto a embalagem. Caso contrário, antes de se utilizar o medicamento, deve-se verificar se mantém as suas características normais, já que caso não aconteça, deve-se deitá-lo para o lixo.

Existem alguns medicamentos que, como se evidenciam sob a forma de pós e têm de ser misturados com água antes de serem utilizados, apenas são conservados em boas condições durante um período de tempo limitado. Nestes casos, os medicamentos apenas devem ser guardados, por vezes no congelador, enquanto durar o tratamento, após o qual devem ser deitados fora. A mesma situação ocorre em relação aos medicamentos líquidos como os xaropes, os colírios para administração ocular e as gotas óticas, que devem ser deitados para o lixo pouco depois de se abrir a embalagem, não se devendo guarda-los para tratamentos futuros. Esta precaução é igualmente aplicável a produtos como cremes e pomadas, que costumam deteriorar-se algum tempo depois de abertos, sobretudo se estiverem em contacto com o ar.

Por fim, deve-se ter a precaução de colocar a farmácia num local alto, fora do alcance das crianças, mantendo-a fechada à chave.
Este artigo foi útil?
Artigos relacionados
Procurar Médicos
Precisa de ajuda?
Porque perguntamos?
Dor lombar e ciática Aparelho locomotor/exercício físico
Dor cervical Aparelho locomotor/exercício físico
Artrose Aparelho locomotor/exercício físico
Nódulos e pólipos das cordas vocais Aparelho respiratório/glândulas endócrinas
Lesões dos meniscos Aparelho locomotor/exercício físico
Tumores benignos do ovário Aparelho reprodutor/sexualidade