Calázio

O calázio é uma inflamação crónica de uma das glândulas de Meibomius, a qual se manifesta através de um nódulo persistente.

Causas e tipos

Topo

O calázio é provocado pela obstrução do canal excretor de qualquer das glândulas de Meibomius localizadas na espessura das pálpebras, cujas secreções contribuem para a lubrificação da extremidade das mesmas. Esta obstrução, de origem ainda desconhecida, provoca a acumulação das secreções no interior da glândula afectada, o que leva à formação de um nódulo que, tanto pode sobressair na face exterior da pálpebra (calázio externo), como desenvolver-se na face interna (calázio interno) ou crescer sobre a extremidade livre (calázio marginal).

Manifestações

Topo

O calázio evidencia-se como um nódulo subcutâneo arredondado, duro, liso e indolor, facilmente perceptível através da palpação da pálpebra afectada, sem que esta se apresente tumefacta. Embora normalmente tenha um tamanho reduzido, por vezes, cresce até atingir dimensões consideráveis, podendo chegar a comprimir o globo ocular e, consequentemente, alterar a curvatura da córnea, provocando vários problemas de índole visual. Ainda que, em alguns casos, o nódulo cresça durante um determinado período de tempo e depois estabilize, por vezes, é possível que após um período variável retome a sua evolução e cresça progressivamente até alcançar um tamanho considerável e originar repercussões pouco estéticas.

A evolução varia bastante de caso para caso. Por vezes, pode curar-se espontaneamente, devido ao facto de a reabsorção do seu conteúdo proporcionar o seu completo desaparecimento, mas geralmente, depois de formado, o nódulo persiste de maneira indefinida. Apesar de, por vezes, o conteúdo do nódulo amolecer e sair para o exterior, o calázio raramente se esvazia por completo, o que propicia o seu novo crescimento. A possível infecção do nódulo origina um terçolho interno e os seus típicos sinais e sintomas.

Tratamento

Topo

Na fase inicial de desenvolvimento, o tratamento do calázio consiste na aplicação de compressas quentes, massagens locais e pomadas anti-inflamatórias, o que possibilita a desobstrução do canal da glândula afectada e a consequente cura espontânea do problema. Todavia, por vezes, a resposta não é satisfatória e o nódulo torna-se persistente ou continua progressivamente a aumentar de tamanho. Nestes casos, a única solução passa pela realização de uma simples intervenção cirúrgica, sob anestesia local, com o objectivo de se proceder à evacuação do seu conteúdo.

Informações adicionais

O médico responde

Topo

Tenho um alto numa pálpebra que não pára de crescer. O médico diagnosticou-me um calázio e diz que é necessário realizar uma operação, mas tenho receio de me submeter a uma intervenção no olho...

Os seus receios são injustificados, pois trata-se de uma operação muito simples que, para além disso, não é realizada sobre o próprio olho, mas sobre a pálpebra onde se localiza o alto. De facto, costuma-se proceder à realização de uma pequena incisão na face interna da pálpebra, de modo a que não fique qualquer cicatriz visível, e a intervenção cirúrgica, efectuada sob anestesia local e normalmente em regime ambulatório, não provoca qualquer tipo de complicações. Por outro lado, a persistência do calázio, para além das alterações estéticas que ocasionalmente provoca, pode favorecer o desenvolvimento de terçolhos internos muito incómodos e até perigosos.

Idade de aparecimento

Topo

Embora se possa evidenciar nas crianças, o calázio afecta essencialmente os adultos.

Para saber mais consul
Este artigo foi útil?
Artigos relacionados
Procurar Médicos
Precisa de ajuda?
Porque perguntamos?

A PHP Error was encountered

Severity: Notice

Message: Undefined variable: frase_medicos_especialidade_38

Filename: artigo/enciclopedia.php

Line Number: 416

Dor lombar e ciática Aparelho locomotor/exercício físico
Dor cervical Aparelho locomotor/exercício físico
Artrose Aparelho locomotor/exercício físico
Nódulos e pólipos das cordas vocais Aparelho respiratório/glândulas endócrinas
Lesões dos meniscos Aparelho locomotor/exercício físico
Tumores benignos do ovário Aparelho reprodutor/sexualidade