Espirros

O espirro é um acto reflexo destinado a limpar o nariz, na medida em que expulsa para o exterior todo o excesso de mucosidade acumulada no seu interior ou qualquer impureza que tenha penetrado com o ar inspirado.

O espirro é um acto reflexo destinado a limpar o nariz, na medida em que expulsa para o exterior todo o excesso de mucosidade acumulada no seu interior ou qualquer impureza que tenha penetrado com o ar inspirado. A semelhança de qualquer acto reflexo, produz-se de forma involuntária, não sendo possível espirrar de propósito - apenas podemos "soprar" pelo nariz, embora esta corrente de ar nunca tenha a força de urn verdadeiro espirro.

O reflexo é desencadeado quando algum estímulo irrita as sensíveis terminações nervosas presentes na mucosa nasal: partículas de pó, um corpo estranho, uma acumulação de mucosidade, um gás irritante... 0 estímulo viaja ao longo das fibras de um nervo específico, denominado trigémeo, até ao centro do espirro, localizado no bulbo raquidiano, onde nesse preciso momento são geradas várias ordens que provocam uma série de reacções em cadeia.

Em primeiro lugar, provoca uma inspiração profunda, ou seja, ou pulmões enchem-se de ar. Em seguida, os músculos respiratórios contraem-se com tanta força que comprimem bruscamente os pulmões, formando uma corrente de ar que percorre as vias respiratórias a grande velocidade. Nesse momento, as cordas vocais situadas no interior da laringe abrem-se completamente, para deixar passar a corrente de ar, ao mesmo tempo que o véu do palato desce, de modo a desviá-la para o nariz, embora uma parte possa atravessar até a boca. Por fim, a corrente de ar atravessa rapidamente as fossas nasais e sai para o exterior violentamente, acompanhada por um ruído característico, expulsando do nariz tanto as mucosidades como as partículas estranhas que tenham desencadeado o reflexo.

Em suma, o espirro tem uma acção benéfica, tendo em conta que constitui um mecanismo de defesa. Todavia, também pode ser um sintoma comum de doenças como a rinite infecciosa ou, sobretudo, a rinite alérgica, uma alteração que se caracteriza por provocar séries de espirros repetidos. Nestes casos, os espirros servem para libertar as fossas nasais e não existe nenhuma maneira de os reprimir. Se forem incómodos, é conveniente consultar o médico para que este determine a sua origem e prescreva o tratamento adequado.
Para saber mais consulte o seu Médico de Medicina Geral ou o seu Otorrinolaringologista
Este artigo foi útil?
Artigos relacionados
Procurar Médicos
Precisa de ajuda?
Porque perguntamos?
MÉDICOS DE MEDICINA GERALVer todos
OTORRINOLARINGOLOGISTASVer todos
Dor lombar e ciática Aparelho locomotor/exercício físico
Dor cervical Aparelho locomotor/exercício físico
Artrose Aparelho locomotor/exercício físico
Nódulos e pólipos das cordas vocais Aparelho respiratório/glândulas endócrinas
Lesões dos meniscos Aparelho locomotor/exercício físico
Tumores benignos do ovário Aparelho reprodutor/sexualidade